Pular para o conteúdo principal

DISTRICT 9 (2009), de Neill Blomkamp

Apenas algumas impressões, já que um bando de amigos já iniciou o trabalho de elogiar este filme que deve estrear nos cinemas brasileiros em outubro. Eu só peço licença para me juntar ao bando: DISTRICT 9 é um FILMAÇO!

O estreante Neill Blomkamp pegou a brilhante premissa de seu curta ALIVE IN JOBURG, de 2005, e transformou neste longa que tem o neo-zeolandês Peter Jackson na produção. A trama transcorre vinte anos após a chegada de alienígenas no nosso planeta, mas a invasão é tratada de uma maneira inusitada em DISTRICT 9. Os seres do espaço chegam numa nave que bateu o motor, na cidade de Johannesburg, África do Sul, e a sua população, milhares de extraterrestres, estão fracos, doentes e desnutridos. A solução encontrada pelos governos é a criação de um espaço para que os visitantes possam habitar. Passado os vinte anos, o local virou uma verdadeira favela, com direito a tráfico de drogas (comida de gato é que deixa os ET’s chapados) e esconderijo de armas espaciais!

Oprimidos e rejeitados por nós, humanos, o governo resolve transferir os milhares de alienígenas para uma área mais afastada da cidade e é nesta situação que o filme é narrado, com uns 80 % em forma de pseudo documentário, com entrevistas e câmeras de reportagens buscando o maior realismo possível. Os mais ortodoxos não se preocupem com o formato. Poucas vezes vi, nos últimos anos, certos cacoetes do cinema moderninho usados com tanta eficiência e inteligência, e isso não inclui somente a direção, mas também a utilização sóbria dos efeitos em CGI, enfim, tudo bem amarrado, ótimo roteiro, personagens, bons atores, não somos poupados de uma boa dose de violência extrema, crítica social muito bem inserida, etc... FILMAÇO!

E finalmente temos um exemplar cuja trama envolve um acontecimento de tamanha magnitude, típica de um filme de verão americano, com um impacto de proporções globais, e nada da intervenção dos Estados Unidos na qual estamos acostumados a ver em quase todos os casos deste tipo. Nada de Casa Branca explodindo ou Estátua da Liberdade indo a baixo, muito menos aquele patriotismo babaca de sempre. É algo a se estranhar, no melhor sentido possível.

Comentários

  1. Cara, eu passei dias pensando sobre esse filme. Fazia um tempinho que um filme não grudava na minha cabeça desse jeito (agora aconteceu o mesmo com o Two Lovers). Bom demais! Torci muito por aquele ET, o Christopher, hehe! Não sei se é exagero dizer isso, mas acho que District 9 é o filme definitivo sobre aliens!

    ResponderExcluir
  2. Também não sei se é exagero, mas é uma abordagem interessante, isso não resta dúvida! Devo assistir de novo esta semana...

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não vi O Planeta dos Vampiros do Bava. Sou um pecador.

    ResponderExcluir
  4. Eu comecei a ver O Planeta dos Vampiros, mas não terminei. Sou meio pecador.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou ex-pecador. O VHS do "Planeta dos Vampiros" vivia parado lá na locadora, nos começo dos anos 90, e eu nunca alugava. Só bem mais tarde, é que consegui ver numa cópia que me arrumaram.

    Existem várias histórias definitivas sobre aliens na literatura. No cinema ainda existem poucas.

    ResponderExcluir
  6. Mas diz aí Leandro, quais são os melhores filmes de ets da história, você que já viu todos? Fica aí uma sugestão de pauta pro teu blog inclusive, eleger os 10 melhores filmes de aliens da história.

    ResponderExcluir
  7. Invasão Sinistra
    Demônio do Espaço
    Lobster Man from Mars
    Nightbeast
    Laserblast
    Um Comilão de Outro Mundo
    The Green Slime
    Wham Bam Thank You Spaceman
    Without Warning
    The Dark

    ResponderExcluir
  8. Leandro, se você não for publicar essa lista no seu blog eu vou colocá-la no meu... hehe

    ResponderExcluir
  9. A lista do Leandro não tem Planeta dos Vampiros...

    ResponderExcluir
  10. É... pelo visto não é um pecado tão grande assim.

    ResponderExcluir
  11. ou o Leandro que é um herege mesmo

    ResponderExcluir
  12. Ronald , faço minhas as suas palavras : FILMAÇO ! Acabei de ver e realmente é dos melhores do ano.

    ResponderExcluir
  13. Leandro Caraça15/09/2009 14:19

    PLANETA DOS VAMPIROS não se iguala a isso : http://www.youtube.com/watch?v=BLx05OjQjVo

    Nem a isso :
    http://www.youtube.com/watch?v=SRaXI8O1IKM

    Muito menos isso :
    http://www.youtube.com/watch?v=rIu38joLebM

    ResponderExcluir
  14. Peço desculpa por interromper... lol
    Vi o "district 9" na semana passada e gostei muito. Quando me disseram que era contado através de uma reportagem de TV, temi, mas surpreendi-me positivamente. Espero que não façam sequelas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS BÁRBAROS (The Barbarians, 1987)

Daquela listinha de filmes de fantasia, Sword and Sorcerer, que eu postei outro dia, um dos exemplares que causou mais alvoroço foi OS BARBAROS. Alguns amigos acharam engraçado por eu ter lembrado desse filme que passou milhares de vezes no Cinema em Casa do SBT. E como estamos falando de um trabalho do italiano Ruggero Deodato, nada melhor que ressaltar como era bom ter doze anos e poder conferir às tardes da TV brasileira nos anos 90 um filme com bastante sangue, membros decepados e peitos de fora. Algo impossível para um moleque atualmente, que tem de se contentar com os filmes de animais falantes que empesteiam diariamente a programação… Neste fim de ano, meus votos de um grande pau no c@#$% do politicamente correto.

De todo modo, OS BÁRBAROS é uma porcaria. Fui rever essa semana para escrever para o blog e, putz, acreditem, é a coisa mais ridícula do mundo. Ainda bem que já sou vacinado contra tralhas desse tipo e encontro tantos elementos engraçados que fica impossível não sair…

O IMBATÍVEL (Undisputed, 2002)/O LUTADOR (Undisputed 2: Last Man Standing, 2006)

No útlimo fim de semana procurei outros filmes recentes do Michael Jai White para vê-lo distribuindo porrada em meliantes como em BLOOD AND BONE e BLACK DYNAMITE. Me deparei com UNDISPUTED 2, continuação de um filme dirigido pelo Walter Hill em 2002 e que, por pura negligência da minha parte, ainda não havia assistido. Enfim, foi uma experiência interessante, além de poder ver um ótimo filme de luta estrelado pelo Jai White ainda tirei o atraso com o filme Hill, que é obrigatório para os fãs do sujeito.

Ambos os filmes se passam em prisões e envolvem lutas “profissionais” entre os encarcerados, mas o resultado de cada é bem diferente um do outro. UNDISPUTED é puro Walter Hill! Cinema classudo, sério, focado em personagens bem talhados e com direção extremamente segura. Temos Wesley Snipes na pele de Monroe Hutchen, campeão de boxe de Sweetwater, uma prisão de segurança máxima que promove legalmente lutas entre presos. Ving Rhames é George Iceman Chambers, o campeão mundial dos pesos …

OS IRMÃOS KICKBOXERS, aka BLOOD BROTHERS (1990)

Também conhecido como NO RETREAT, NO SURRENDER 3 em alguns países. Não é tão espetacular quanto o segundo, mas é um veículo divertidíssimo que serve de vitrine para que Loren Avedon e Keith Vitali (os irmãos do título) demonstrem suas habilidades em artes marciais em sequências alucinantes de pancadaria! Até hoje me lembro quando eu era um moleque de oito ou nove anos pegando a fita da Top Tape na locadora com meu irmão mais novo. Passamos o fim de semana inteiro assistindo repetidas vezes este que foi o meu primeiro “kickboxer movie”.


Na trama, os dois personagens não vão muito com a cara do outro. Avedon é um professor de kickboxer que dirige um fusca, enquanto Vitali ganha a vida como policial respeitado, seguindo os passos de seu pai. Ambos lutam pra cacete! Para resumir o enredo, uma tragédia na família acontece (leia-se alguém é assassinado) e acaba sendo o motivo de reaproximação dos irmãos, que deixam as diferenças de lado e juntam forças para fazer exatamente aquilo que se …