19.9.09

ATÉ A MORTE (Until Death, 2007), de Simon Fellows


Para quem se surpreendeu com a atuação de Van Damme em JCVD, a recomendação é o drama policial ATÉ A MORTE, de Simon Fellows. E desta vez ele não tem a desculpa de estar interpretando a si mesmo. aqui o sujeito encarna um personagem de verdade, de construção sólida que depende tão somente de um bom desempenho do homem, e consegue resultados muito acima do nível de seus companheiros da estirpe direct to video, como Steven Seagal, Dolph Lundgren, Wesley Snipes...

ATÉ A MORTE tem todo aquele climão da boa safra de filme policial dos anos 80, com um tom de tragédia e um protagonista absurdamente subversivo. Imaginem um Dirty Harry viciado em heroína, adúltero, dedo duro, um autêntico mau elemento do distrito, e aí já dá pra ter uma noção de quem é Anthony Stowe na pele de Van Damme. Mesmo sendo um usuário de drogas a grande missão de Stowe é capturar seu ex-parceiro (vivido pelo grande Stephen Rea), que agora é um dos maiores traficantes de New Orleans. Mas as tentativas de prisão sempre resultam em frustrantes fracassos. Numa delas, Stowe é baleado na cabeça e milagrosamente não morre. Após meses em coma, ele acorda, percebe o tipo de homem que era antes do atentado e tenta se redimir dos erros do passado.

Complexo demais para um Van Damme? E como eu disse, o cara manda muito bem no personagem, inclusive trabalhando as transformações do personagem, num desempenho digno de antologia na carreira do belga. É o grande destaque de ATÉ A MORTE. Mas é preciso ainda frisar o bom roteiro de Dan Harris e James Portolese, embora não possua nada de original, cria uma história sem frescuras que prende a atenção. Nem mesmo a edição e a direção, com seus momentos afetados e moderninhos, conseguem estragar a diversão.

13 comentários:

  1. ronald tem q ver La Sindrome di Stendhal, la tem tiro tbm.
    hahahah

    ResponderExcluir
  2. Ainda não pude conferir este filme do Damme, mas confesso que a presença do Stephen Rea me atraiu.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é bem legal. Só não curto o tiroteio final, poderia ser bem melhor, e não me refiro somente a construção da cena, mas principalmente a resolução da trama. Mas de qualquer forma é um dos filmes mais decentes do Van Damme.

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente: um dos filmes mais decentes do Van Damme e também um dos melhores dessa sua nova fase, a de "ex-galã envelhecido". Enquanto o Chuck Norris parece que virou pastor e o Steven Seagal continua se fingindo de casca-grossa mesmo gordo que nem um porco, o Van Damme tem explorado mais essa persona de herói envelhecido e cheio de defeitos, mais ou menos como está fazendo o Stallone.

    Só acho que podiam ter aproveitado melhor o vilão interpretado pelo ótimo Stephen Rea. O cara está perdidaço no filme...

    ResponderExcluir
  5. Concordo, Herax, mas se a direção das cenas de ação no final fossem melhor, compensava um pouquinho a fragilidade do desfecho.

    ResponderExcluir
  6. É, vamos ter que conferir esse também.

    ResponderExcluir
  7. Van Damme e interpretação na mesma frase... vou ler de novo pra ver se não estou ficando louco rsrsrs.

    ResponderExcluir
  8. Reli mais o blog e te adicionei ao meu 'turma boa', abs

    ResponderExcluir
  9. http://www.cinemanamesa.blogspot.co m/ conhece este blog? é fraco?

    ResponderExcluir
  10. Van Damme sempre foi melhor ator que seus concorrentes: Chuck Norris, Steven Seagal, Dolph Ludgreen, etc. E sempre procurou realizar suas produções com um pouco de dignidade, ao contrario dos demais, que só vai pegar o cache e faz tudo no piloto automático.

    ResponderExcluir
  11. Eu espero que um dia o Van Damme faça uma espécie de "prequel" deste filme, só que mostrando seu personagem sendo apenas um junkie destemperado e violento do começo do filme, sem redenção ou segundas chances, hehehe.

    ResponderExcluir
  12. Leandro Caraça21/09/09 17:23

    Esse dá pra ver com prazer, ao contrário daquela porcaria do VINGANÇA.

    ResponderExcluir
  13. Finalmente alguém me entende! Eu gostei disto. Vi-o logo que saiu e nem queria acreditar que estava a ver o canastrão do Van Damme. Recomendo!

    ResponderExcluir