Pular para o conteúdo principal

PARANORMAL ACTIVITY (2007), de Oren Peli

Ontem assisti, de luzes acesas, a este terror que vem levantando as sobrancelhas do público americano. O filme é de 2007, mas só agora teve seu lançamento comercial. Tá certo que eu sou um bunda mole medroso em se tratando de alguns temas, principalmente o de PARANORMAL ACTIVITY que mexe com espíritos malignos e demonismo, coisas que eu realmente acredito. A narrativa é mais uma vez mostrada através uma câmera caseira, no estilo REC e ClOVERFIELD, linguagem que já está enchendo a paciência, mas ao final eu não consegui imaginar o mesmo resultado filmado de outra maneira. De modo convencional poderia até ser melhor, ou pior, mas não seria a mesma coisa. A trama é sobre um casal que compra uma câmera para tentar registrar os acontecimentos estranhos que vêm ocorrendo durante a noite. O homem, totalmente cético, trata o assunto de maneira lúdica, já a moça tenta levar a situação, mas sofre bastante com isso, e a cada noite a coisa vai piorando. Começam com ruídos, portas se mexendo, até chegar num ponto que só vendo com os próprios olhos pra sentir o arrepio. Como ensaio narrativo o filme é fraco, os atores não são muito convincentes e a encenação soa meio fake, em compensação, como exercício de horror, funciona muito bem, as seqüências noturnas são muito realistas e quase me fizeram afrouxar o intestino... De uma forma geral é um filme mediano, mas é uma experiência de medo como poucas vezes já tive.

Comentários

  1. Putz, então o bagulho dá mesmo mesmo! Era isso que eu queria saber. Muito legal, quero assistir assim que possível!!

    ResponderExcluir
  2. Foi uma experiencia bem pessoal, Herax... pra mim deu muito medo, porque eu acredito em tudo aquilo ali... não sei como vai ser a reação dos outros.

    ResponderExcluir
  3. Ronald ... em breve citarei vc no blog quando minha resenha de Possessão sair .. acho que vimos o filme da mesma forma.

    Sobre esse : cara hype então n foi exagerado .

    Pergunta simples: onde vc achou ?

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Quero ver se dá medo mesmo, eu sou muito medroso! Mas depois passa!!!rss

    E me perguntei o mesmo que o Fotograma: onde você achou? Na net mesmo?!

    ResponderExcluir
  5. Caras, esse filme pode ser encontrado no surreal moviez: http://www.surrealmoviez.info/news.php

    ResponderExcluir
  6. Grande Surreal, pensei em ver lá... mas n achei que já tivessem disponibilizado

    ResponderExcluir
  7. Bruno C. Martino31/10/2009 19:25

    Estilo REC e Cloverfield?

    Tô fora!

    kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Encaro assim: Paranormal Activity não é cinema.. é uma experiência sensorial, sensitiva, sei lá como chamar isso. Não analiso o filme como cinema...
    Como experiência sensorial, sensitiva ou o que quer que seja, funcionou (muito) bem pra mim. Minha esposa me culpa até hoje pelos sobressaltos noturnos que ela tem

    ResponderExcluir
  9. Acabei de assistir o filme. Não me assustei com nada. Vi sozinho, no escuro, e mesmo assim nada. Uma pena, estava ansioso para sentir medo mas infelizmente não deu certo.

    ResponderExcluir
  10. Eu que sou um bunda mole mesmo! hehe

    ResponderExcluir
  11. My anti virus for comodo internet security won't update. A reminder popped up saying it was out of date. So i tried to manually update it. it stops at 51% and says "failed to update the virus signature database. Please check your internet connection and try again later". not sure what it means since my internet is running just fine [url=http://gordoarsnaui.com]santoramaa[/url]

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O IMBATÍVEL (Undisputed, 2002)/O LUTADOR (Undisputed 2: Last Man Standing, 2006)

No útlimo fim de semana procurei outros filmes recentes do Michael Jai White para vê-lo distribuindo porrada em meliantes como em BLOOD AND BONE e BLACK DYNAMITE. Me deparei com UNDISPUTED 2, continuação de um filme dirigido pelo Walter Hill em 2002 e que, por pura negligência da minha parte, ainda não havia assistido. Enfim, foi uma experiência interessante, além de poder ver um ótimo filme de luta estrelado pelo Jai White ainda tirei o atraso com o filme Hill, que é obrigatório para os fãs do sujeito.

Ambos os filmes se passam em prisões e envolvem lutas “profissionais” entre os encarcerados, mas o resultado de cada é bem diferente um do outro. UNDISPUTED é puro Walter Hill! Cinema classudo, sério, focado em personagens bem talhados e com direção extremamente segura. Temos Wesley Snipes na pele de Monroe Hutchen, campeão de boxe de Sweetwater, uma prisão de segurança máxima que promove legalmente lutas entre presos. Ving Rhames é George Iceman Chambers, o campeão mundial dos pesos …

OS BÁRBAROS (The Barbarians, 1987)

Daquela listinha de filmes de fantasia, Sword and Sorcerer, que eu postei outro dia, um dos exemplares que causou mais alvoroço foi OS BARBAROS. Alguns amigos acharam engraçado por eu ter lembrado desse filme que passou milhares de vezes no Cinema em Casa do SBT. E como estamos falando de um trabalho do italiano Ruggero Deodato, nada melhor que ressaltar como era bom ter doze anos e poder conferir às tardes da TV brasileira nos anos 90 um filme com bastante sangue, membros decepados e peitos de fora. Algo impossível para um moleque atualmente, que tem de se contentar com os filmes de animais falantes que empesteiam diariamente a programação… Neste fim de ano, meus votos de um grande pau no c@#$% do politicamente correto.

De todo modo, OS BÁRBAROS é uma porcaria. Fui rever essa semana para escrever para o blog e, putz, acreditem, é a coisa mais ridícula do mundo. Ainda bem que já sou vacinado contra tralhas desse tipo e encontro tantos elementos engraçados que fica impossível não sair…

OS IRMÃOS KICKBOXERS, aka BLOOD BROTHERS (1990)

Também conhecido como NO RETREAT, NO SURRENDER 3 em alguns países. Não é tão espetacular quanto o segundo, mas é um veículo divertidíssimo que serve de vitrine para que Loren Avedon e Keith Vitali (os irmãos do título) demonstrem suas habilidades em artes marciais em sequências alucinantes de pancadaria! Até hoje me lembro quando eu era um moleque de oito ou nove anos pegando a fita da Top Tape na locadora com meu irmão mais novo. Passamos o fim de semana inteiro assistindo repetidas vezes este que foi o meu primeiro “kickboxer movie”.


Na trama, os dois personagens não vão muito com a cara do outro. Avedon é um professor de kickboxer que dirige um fusca, enquanto Vitali ganha a vida como policial respeitado, seguindo os passos de seu pai. Ambos lutam pra cacete! Para resumir o enredo, uma tragédia na família acontece (leia-se alguém é assassinado) e acaba sendo o motivo de reaproximação dos irmãos, que deixam as diferenças de lado e juntam forças para fazer exatamente aquilo que se …