Pular para o conteúdo principal

TOP 10 anos 60

Mais uma listinha injusta...

1. O DESPREZO (Le Mepris, 1963), Jean Luc Godard
2. TRÊS HOMENS EM CONFLITO (The Good, the Bad and the Ugly, 1966), Sergio Leone
3. PAIXÕES QUE ALUCINAM (Shock Corridor, 1963), Samuel Fuller
4. A HORA DO LOBO (Vargtimmen, 1968), Ingmar Bergman
5. OPERAZIONE PAURA (1966), Mario Bava
6. À QUEIMA ROUPA (Point Blank, 1967), John Boorman
7. OS OLHOS SEM ROSTOS (Les Yeux Sans Visage, 1960), Georges Franju
8. MEU ÓDIO SERÁ SUA HERANÇA (The Wild Bunch, 1969), Sam Peckinpah
9. O HOMEM QUE MATOU O FACÍNORA (The Man Who Shot Liberty Valance, 1962), John Ford
10. BLOW UP (1966), Michelangelo Antonioni

Comentários

  1. A minha década preferida, e os dez que você escolheu são dignos de encabeçar qualquer lista do tipo. Nessa eu vou de Top 20 provavelmente, e não vai ser fácil não repetir diretores, visto que é dificil ter que optar entre os do Leone e os do Bergman. Mas creio que prefiro Era uma Vez no Oeste e Persona, embora seja grande a tentação de também citar os que você escolheu dos dois cineastas.

    ResponderExcluir
  2. Tres Homens em Conflito e Meu Ódio Será Sua Herança maior que tudo.

    ResponderExcluir
  3. Eu colocaria o "The Good, the Bad and the Ugly" em primeiro lugar, mas sou suspeito...
    Penso que acima de tudo foi uma grande época para o cinema, algo que considero ser expansível aos anos 70.

    ResponderExcluir
  4. Bem... por mim teriam uns 4 Godard's aí, hehe.

    1. La Dolce Vita
    2. Pierrot le fou
    3. Dr. Strangelove

    Melhor década de todas mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Nenhum Kubrick?!
    Coitadinho... ele vai puxar seu pé da cama à noite...

    ResponderExcluir
  6. Haha, pois é, desta vez ficou de fora... mas 2001 teria lugar nesta lista tranquilamente.

    ResponderExcluir
  7. Das listas que tu fez, Ronald, esse foi a que mais gostei hahahah.

    o meu ficaria algo assim...

    era uma vez no oeste, leone
    o desprezo, godard
    operazione paura, bava
    a mulher de todos, sgganzerla
    o beijo amargo, fuller
    2001, kubrick
    cul de sac, polanski
    o anjo exterminador, buñuel
    cega obsessão, masumura
    os inocentes, clayton

    ResponderExcluir
  8. Fora Hora do Lobo q é o pior q eu já vi do Bergman, lista linda.

    Mas senti falta de Kubrick tb. E Oeste

    A minha:

    1-Era Uma Vez No Oeste
    2-Três Homens Em Conflito
    3-Spartacus
    4-2001- Uma Odisséia No Espaço
    5-If...
    6-Psicose
    7-Yojimbo
    8-Perdidos Na Noite
    9-O Desprezo
    10-Blow Up

    ResponderExcluir
  9. Injusta mesmo!!! Cadê Buñuel, Bresson, Chabrol, Khouri, Mojica, Zurlini, Ferreri, Imamura, Lewis, Losey, Resnais, Pasolini, Visconti, Polanski, Suzuki...

    ResponderExcluir
  10. Ronald gostei da lista mais faltaram alguns de meus favoritos.

    Faltou (pra mim) 2001, Dr. Fantástico, Planeta dos Macacos, Anjo Exterminador

    ResponderExcluir
  11. Tá lá a minha lista, faltando evidentemente um mundo de coisas boas e indispensáveis.

    ResponderExcluir
  12. "Injusta mesmo!!! Cadê Buñuel, Bresson, Chabrol, Khouri, Mojica, Zurlini, Ferreri, Imamura, Lewis, Losey, Resnais, Pasolini, Visconti, Polanski, Suzuki..."

    Haha, pois é, Sergio, o problema é que se eu tivesse colocado todos esses diretores na minha lista, teriam ficado de fora Antonioni, John Ford, Peckinpah, Franju, Bava, Bergman, Fuller, Sergio Leone, Godard... ou seja, é impossível agradar a todos! =)

    ResponderExcluir
  13. Hehehe! Você entendeu o espírito da coisa rss

    ResponderExcluir
  14. Tá lá a minha lista, faltando evidentemente um mundo de coisas boas e indispensáveis.[2]

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS BÁRBAROS (The Barbarians, 1987)

Daquela listinha de filmes de fantasia, Sword and Sorcerer, que eu postei outro dia, um dos exemplares que causou mais alvoroço foi OS BARBAROS. Alguns amigos acharam engraçado por eu ter lembrado desse filme que passou milhares de vezes no Cinema em Casa do SBT. E como estamos falando de um trabalho do italiano Ruggero Deodato, nada melhor que ressaltar como era bom ter doze anos e poder conferir às tardes da TV brasileira nos anos 90 um filme com bastante sangue, membros decepados e peitos de fora. Algo impossível para um moleque atualmente, que tem de se contentar com os filmes de animais falantes que empesteiam diariamente a programação… Neste fim de ano, meus votos de um grande pau no c@#$% do politicamente correto.

De todo modo, OS BÁRBAROS é uma porcaria. Fui rever essa semana para escrever para o blog e, putz, acreditem, é a coisa mais ridícula do mundo. Ainda bem que já sou vacinado contra tralhas desse tipo e encontro tantos elementos engraçados que fica impossível não sair…

O IMBATÍVEL (Undisputed, 2002)/O LUTADOR (Undisputed 2: Last Man Standing, 2006)

No útlimo fim de semana procurei outros filmes recentes do Michael Jai White para vê-lo distribuindo porrada em meliantes como em BLOOD AND BONE e BLACK DYNAMITE. Me deparei com UNDISPUTED 2, continuação de um filme dirigido pelo Walter Hill em 2002 e que, por pura negligência da minha parte, ainda não havia assistido. Enfim, foi uma experiência interessante, além de poder ver um ótimo filme de luta estrelado pelo Jai White ainda tirei o atraso com o filme Hill, que é obrigatório para os fãs do sujeito.

Ambos os filmes se passam em prisões e envolvem lutas “profissionais” entre os encarcerados, mas o resultado de cada é bem diferente um do outro. UNDISPUTED é puro Walter Hill! Cinema classudo, sério, focado em personagens bem talhados e com direção extremamente segura. Temos Wesley Snipes na pele de Monroe Hutchen, campeão de boxe de Sweetwater, uma prisão de segurança máxima que promove legalmente lutas entre presos. Ving Rhames é George Iceman Chambers, o campeão mundial dos pesos …

OS IRMÃOS KICKBOXERS, aka BLOOD BROTHERS (1990)

Também conhecido como NO RETREAT, NO SURRENDER 3 em alguns países. Não é tão espetacular quanto o segundo, mas é um veículo divertidíssimo que serve de vitrine para que Loren Avedon e Keith Vitali (os irmãos do título) demonstrem suas habilidades em artes marciais em sequências alucinantes de pancadaria! Até hoje me lembro quando eu era um moleque de oito ou nove anos pegando a fita da Top Tape na locadora com meu irmão mais novo. Passamos o fim de semana inteiro assistindo repetidas vezes este que foi o meu primeiro “kickboxer movie”.


Na trama, os dois personagens não vão muito com a cara do outro. Avedon é um professor de kickboxer que dirige um fusca, enquanto Vitali ganha a vida como policial respeitado, seguindo os passos de seu pai. Ambos lutam pra cacete! Para resumir o enredo, uma tragédia na família acontece (leia-se alguém é assassinado) e acaba sendo o motivo de reaproximação dos irmãos, que deixam as diferenças de lado e juntam forças para fazer exatamente aquilo que se …