25.11.08

PINEAPPLE EXPRESS (2008), de David Gordon Green

Texto meio cretino para um filme que merece mais, mas tudo bem. Pineapple Express pareceu-me uma junção perfeita entre os roteiristas de Superbad com o diretor David Gordon Green, um dos poucos cineastas da sua geração que conseguem imprimir uma visão de autor dentro do cinema americano atual, independente do gênero em que trabalha. O que poderia então esperar de uma "comédia de drogas" recheada de piadas infames, muito tiroteio, explosões e pancadaria dirigida por um sujeito que sempre trabalhou com um modesto orçamento em filmes de grandezas puramente cinematográficas? A resposta é Pineapple Express, um filme que consegue ser engraçado sem ser asqueroso ou dispensável, e para os mais experimentados é visível as influencias do cinema politicamente incorreto dos anos setenta e oitenta em cada situação que os personagens de Seth Rogen e James Franco despencam (estes, aliás, estão excelentes) e possui ritmo e elementos suficientes para não deixar espectador algum bocejar.

6 comentários:

  1. Gostei bastante do trailer e é isso mesmo: parece seguir a linha do politicamente incorreto, com diversos palavrões e violência a torto e a direito.
    Me lembra bastante o ótimo Hot Fuzz, misturando ação com comédia.

    ResponderExcluir
  2. Nesse quesito os dois filmes caminham juntos e ambos conseguem bons resultados.

    ResponderExcluir
  3. Realmente a edição de David Gordon Green é um achado maravilhoso
    Tem três cenas em destaque que foi a do bosque onde toca uma musica suave e mostram os dois brincando, a perseguição onde faz uma citação a Maximum Overdrive e quando Saul chora e a menina gordinha fica olhando na grade.

    Mesmo não achando aquela comedia para rir, o diretor nesse filme fez e muito a diferença.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Leandro Caraça26/11/08 13:13

    Uma típica comédia americana, bem feita e que te faz rir com suas ótimas piadas. Tava sentindo falta disso nos últimos anos ...

    ResponderExcluir
  5. Desse diretor só assisti "Undertow", um filme interessante, mas que não me provocou um grande entusiasmo por sua carreira.

    ResponderExcluir