25.4.10

THE SCARAB

Pelo teor do trailer abaixo, dá para notar que esta produção não é bem chegada aos padrões de qualidade aprovada pela crítica “séria” nem pelo grande público. No entanto, em tempos de superproduções milionárias de super heróis inspirados em quadrinhos (e que poucas vezes resultam em algo realmente interessante), quem curte uma boa tralha de baixíssimo orçamento poderá tirar algum proveito de AVENGING FORCE: THE SCARAB (2010).

Como podem ver, o filme definitivamente não estará cotado para a disputa do próximo Oscar (acho que nem no Framboesa ele teria chance), mas eu tenho uma fascinação obsessiva com este tipo de filme ruim e só descanso depois de ter visto com meus próprios olhos. Posso até me arrepender pelos 90 minutos perdidos, mas na maioria das vezes a diversão é garantida!

THE SCARAB
terá lançamento discreto nos cinemas canadenses no próximo dia 26 de Abril (sim, amanhã, em plena segunda feira), terra natal do diretor Brett Kelly, realizador de algumas “pepitas” classe B nos últimos dez anos. O personagem título é baseado em quadrinhos criado nos anos 40.

8 comentários:

  1. Não sei se você já viu, mas recomendo imensamente um filme chileno de 2007 chamado MIRAGEMAN, sobre um sujeito preocupado com a criminalidade que resolve virar "super-herói fantasiado" para combater o crime - ainda que não tenha superpoderes. O resultado fica no nível de "Watchmen" (a HQ), e o filme é muito divertido.

    ResponderExcluir
  2. Valeu a dica, Felipe. Tinha ouvido falar desse aí na época, mas acabei não assistindo. Vou correr atrás agora.

    ResponderExcluir
  3. Mas, sinceramente, esses filmes "ruins" são aqueles que realmente nos divertem. Por exemplo, eu aposto que esse filme é imensamente superior ao Mulher Gato da Halle Berry...

    ResponderExcluir
  4. Com toda certeza deve ser melhor, meu caro.

    ResponderExcluir
  5. João do caminhão25/04/10 23:37

    É impressão minha ou bela moça de vermelho tá precisando passar um cerinha quente no buço?
    O filme parece ser divertido vou assistir!

    ResponderExcluir
  6. Detalhe: o personagem e os quadrinhos estão em domínio público. Isso foi uma mão na roda para Kelly e sua turma, que continuam vendendo quadrinhos do The Scarab para ajudar no caixa. Isso também deu uma força para a produção.

    Ou seja, fazer uma adaptação de quadrinhos (algo em moda atualmente) pode não ser tão caro quanto se imagina.

    ResponderExcluir
  7. Esse é obrigatório pra você, hehe...

    ResponderExcluir