26.9.08

ENCARNAÇÃO DO DEMÔNIO (2008)


aka EMBODIMENT OF EVIL
direção: José Mojica Marins
roteiro: José Mojica Marins, Dennison Ramalho

Pois é, criaturas, finalmente estreou por aqui, na sexta feira passada, o aguardado novo filme do Mojica. Infelizmente poucos aguardavam como eu. Praticamente tive que arrastar meu irmão e um amigo para assistirem comigo e quando entro na sala escura, me deparo com somente cinco cabeças em plena estréia. É uma pena porque o filme é realmente ótimo e se fosse qualquer outro filme hollywoodiano de terror com adolescentes retardados o cinema estaria lotado.

 


Encarnação do Demônio é horror de primeira qualidade que me surpreendeu muito em todos os sentidos, desde o impressionante tratamento técnico, com uma fotografia de atmosfera densa que daria inveja a qualquer filme de terror produzido atualmente em Hollywood, violência explícita e extrema com litros de sangue espalhados, direção segura do Mojica com base firmada na criatividade, roteiro com elementos atuais, mas com o velho e mítico personagem Zé do Caixão dando as caras à moda antiga de maneira brilhante.


A seqüência em que Zé do Caixão tem a visão de uma espécie de purgatório dantesco é um espetáculo dentro de um filme excelente cheio de situações e momentos perturbadores, como a cena em que uma mulher sai de dentro um porco ou Zé do Caixão praticando o coito com uma mulher debaixo de uma chuva de sangue, além de muita tortura, mutilação, animais repugnantes, espíritos vingativos, a presença de Jece Valadão, ou seja, Mojica atira para todos os lados, mas atira certeiro e com uma precisão incrível. É uma beleza de filme que merecia muito mais do que apenas uns gatos pingados nas salas de projeção.

5 comentários:

  1. Eu nunca consegui encontrar um filme sequer do velho Zé do Caixão e quando surge a oportunidade de ver pela primeira vez - e na tela grande - a porcaria do Cinemark faz questão de recolher o filme do circuito. É esperar pelo DVD para ver o resultado, mas continuo louco para assistir "Encarnação do Demônio". Falaram-me de uma cena envolvendo ratos que é de fechar os olhos!

    ResponderExcluir
  2. Difícil falar desse filme, já vai fazer 1 mês que vi. Achei lindo o retorno do Mojica na tela grande, mas confesso que esperava mais, tinha todo o potencial para ser algo fodão e não o é pelo roteiro e por aqueles efeitos ridículos (sonoros e de imagem) usados na edição na maioria das transições de cena.

    ResponderExcluir
  3. Sei como é... ah, mas eu me deixei levar pelo filme. Com certeza não é uma obra prima genial, apesar de eu ter elogiado pacas, mas foi legal ver tudo isso no cinema....

    ResponderExcluir
  4. Com certeza, ele vale o ingresso e por diversos motivos. ;)

    ResponderExcluir
  5. "Imagens não morrem, Capitão."

    Isso pode resumir o filme e o personagem do Mojica.

    ResponderExcluir

MUDANÇA DE CASA

Depois de um feedback por aqui e na página do Dementia¹³ no facebook , resolvi tomar mesmo a decisão de fechar as portas por aqui e me muda...