Pular para o conteúdo principal
Primeiramente gostaria de agradecer pelos comentários do último post. Para mim, foram de grande valor. Apresentei ontem minha monografia e passei com uma nota excelente.

Nesses últimos meses acabei assistindo poucos filmes e acumulei uma enxurrada de títulos baixados. Segue uma pequena amostra do que eu tenho aqui e pretendo ver nos próximos meses, aliviado...


Comentários

  1. Caramba, só filmaço! Quer dizer, a grande maioria...hehehe

    ResponderExcluir
  2. Hehehe, vai tirar os atrasados também. Eu agora vou começar a baixar, entre outros, os filmes de terror daquela lista que me tu me passou (aqui na casa dos velhos a net ajuda um bom eito no torrent). Vou começar pelo A Máscara do Demônio, do Bava, depois te digo o que achei.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo êxito de sua monografia, Ronald.
    E espero que a maioria desses filmes rendam excelentes postagens no blog, como as que você costuma oferecer. Desses vi e destaco "O Criado","The Shout", "Le Passageire de la plue" (de longe um dos melhores do Bronson, talvez a sua melhor atuação), W.R. (mas Sweet Movie e Montenegro, do mesmo diretor, são melhores), The Killer (sensacional, um dos melhores filmes de ação que já vi),If (mas Oh Lucky Man, do mesmo diretor, é superior), Honkytonk Man, The 4 Man e Flesh Blood (talvez os melhors filmes do Verhoeven, junto com o também essencial Turkish Delight)

    ResponderExcluir
  4. Quantos filmes. A maioria eu não conheço hehehe
    Assisti nesses dias O Quarto Homem e é excelente. Mais um ótimo filme do Verhoeven que vejo, de sua fase holandesa. Veja Soldado de Laranja também. Perdi a oportunidade de comprar Conquista Sangrenta por 10 pila e hoje acabou. Queria muito ver esse filme. Sou fã do holandês maluco hehehe
    E que bom que se deu bem na defesa de sua tese.

    ResponderExcluir
  5. Pô Sergio, quer dizer que tem algumas porcarias aí no meio? hehehe

    É isso aí, Marcus, vou tirar o atraso! Depois me conta o que achou do filme do Bava!

    Valeu Vlademir... vou ver se encontro esses outros também.

    E Ibertson, você pode se sentir a vontade pra utilizar como lista esta relação pra conhecer os filmes, diretores e etc... preciso ver mais coisas do holandes mesmo!
    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  6. Dr.Phibes é coisa genial demais.

    Are you ready for DR.PHIBES?

    ResponderExcluir
  7. I Walked Whit a Zombie e Torso! Genial!

    ResponderExcluir
  8. Leandro Caraça15/12/2008 11:45

    Só filme bão.

    >Apresentei ontem minha monografia e passei com uma nota excelente.

    Não tinha como ser diferente.

    ResponderExcluir
  9. só tem filme ruím aí, nem perca seu tempo vendo essas tralhas - assista Malhação que vale mais a pena

    ResponderExcluir
  10. Realmente... achoque vou deletar tudo mesmo... heheh

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O IMBATÍVEL (Undisputed, 2002)/O LUTADOR (Undisputed 2: Last Man Standing, 2006)

No útlimo fim de semana procurei outros filmes recentes do Michael Jai White para vê-lo distribuindo porrada em meliantes como em BLOOD AND BONE e BLACK DYNAMITE. Me deparei com UNDISPUTED 2, continuação de um filme dirigido pelo Walter Hill em 2002 e que, por pura negligência da minha parte, ainda não havia assistido. Enfim, foi uma experiência interessante, além de poder ver um ótimo filme de luta estrelado pelo Jai White ainda tirei o atraso com o filme Hill, que é obrigatório para os fãs do sujeito.

Ambos os filmes se passam em prisões e envolvem lutas “profissionais” entre os encarcerados, mas o resultado de cada é bem diferente um do outro. UNDISPUTED é puro Walter Hill! Cinema classudo, sério, focado em personagens bem talhados e com direção extremamente segura. Temos Wesley Snipes na pele de Monroe Hutchen, campeão de boxe de Sweetwater, uma prisão de segurança máxima que promove legalmente lutas entre presos. Ving Rhames é George Iceman Chambers, o campeão mundial dos pesos …

OS BÁRBAROS (The Barbarians, 1987)

Daquela listinha de filmes de fantasia, Sword and Sorcerer, que eu postei outro dia, um dos exemplares que causou mais alvoroço foi OS BARBAROS. Alguns amigos acharam engraçado por eu ter lembrado desse filme que passou milhares de vezes no Cinema em Casa do SBT. E como estamos falando de um trabalho do italiano Ruggero Deodato, nada melhor que ressaltar como era bom ter doze anos e poder conferir às tardes da TV brasileira nos anos 90 um filme com bastante sangue, membros decepados e peitos de fora. Algo impossível para um moleque atualmente, que tem de se contentar com os filmes de animais falantes que empesteiam diariamente a programação… Neste fim de ano, meus votos de um grande pau no c@#$% do politicamente correto.

De todo modo, OS BÁRBAROS é uma porcaria. Fui rever essa semana para escrever para o blog e, putz, acreditem, é a coisa mais ridícula do mundo. Ainda bem que já sou vacinado contra tralhas desse tipo e encontro tantos elementos engraçados que fica impossível não sair…

OS IRMÃOS KICKBOXERS, aka BLOOD BROTHERS (1990)

Também conhecido como NO RETREAT, NO SURRENDER 3 em alguns países. Não é tão espetacular quanto o segundo, mas é um veículo divertidíssimo que serve de vitrine para que Loren Avedon e Keith Vitali (os irmãos do título) demonstrem suas habilidades em artes marciais em sequências alucinantes de pancadaria! Até hoje me lembro quando eu era um moleque de oito ou nove anos pegando a fita da Top Tape na locadora com meu irmão mais novo. Passamos o fim de semana inteiro assistindo repetidas vezes este que foi o meu primeiro “kickboxer movie”.


Na trama, os dois personagens não vão muito com a cara do outro. Avedon é um professor de kickboxer que dirige um fusca, enquanto Vitali ganha a vida como policial respeitado, seguindo os passos de seu pai. Ambos lutam pra cacete! Para resumir o enredo, uma tragédia na família acontece (leia-se alguém é assassinado) e acaba sendo o motivo de reaproximação dos irmãos, que deixam as diferenças de lado e juntam forças para fazer exatamente aquilo que se …