5.12.08

SPARROW (Man jeuk, 2008), de Johnnie To

É algo inusitado deparar-se com duas obras de peso, possíveis candidatos a melhores filmes do ano, na mesma semana. Pelo menos pra mim sempre foi e eu ainda não me recuperei de DEIXA ELA ENTRAR. Mas já era de se esperar que isso fosse acontecer quando coloquei pra rodar o novo filme de Johnnie To, que atualmente tem acertando todas. Não assisti quase nada anterior à ELEIÇÃO, mas a partir deste, o diretor vem destruindo com seu cinema singular cuja grandiosidade é proporcional à falta de pretensão de cada obra.

SPARROW é um desses casos. Uma pequena obra prima que passa a sensação de que o diretor e seu elenco estão se divertindo horrores com a brincadeira de filmar. E o publico sente isso na tela através da leveza dos planos, das referencias (uma espécie de PICKPOCKET, do Bresson, filmada por Demy), da manipulação temporal (eita, cigarro bem fumado!), da utilização magnífica do som, do espaço, principalmente quando os personagens interagem com a cidade ou no primor da coreografia na seqüência do “balé dos guarda chuvas”, uma das cenas mais sensacionais do ano.

Não sei se concordo com os amigos Herax e Leandro que afirmaram recentemente em seus blogs que Johnnie To é o maior diretor em atividade, mas com certeza ele está lá, entre os grandes da atualidade, isso não restam dúvidas.

6 comentários:

  1. Queria muito ver a filmografia do To.
    Só vi dele Eleição e Exilados (Esse eu tenho na coleção e já comentei no blog).
    Queria ver Eleição 2 também.
    Esse aí deve ser bom mesmo hein?
    Vou tentar assistir.

    ResponderExcluir
  2. ELEIÇÃO 2 é tão bom quanto o primeiro. Mas EXILADOS continua sendo meu favorito. Tente assistir SPARROW, vale a pena!

    ResponderExcluir
  3. Ainda nem vi Mad Detective ...
    Preciso me atualizar com ele ...
    Johnnie To é fueda ...

    ResponderExcluir
  4. MAD DETECTIVE é outra belezura!

    ResponderExcluir
  5. Ricardo Fontes06/12/08 20:02

    Não vamos esquecer de BREAKING NEWS que é um baita filme. Simplesmente o cara é f...

    ResponderExcluir
  6. o cara é foda, eu já tinha considerado ele o melhor diretor de 2007 e agora em 2008 não vai ser diferente

    ResponderExcluir