Pular para o conteúdo principal

Top 10 do primeiro semestre

É vergonhosa a quantidade de filmes recentes que eu tenho assistido. Mesmo assim, seguem abaixo os dez melhores do primeiro semestre entre os filmes que assisti (incluindo os lançados por aqui no ano passado dos quais só pude ver este ano):

1. O LUTADOR (2008), Darren Aronofsky
2. VINYAN (2008), Fabrice Du Welz
3. QUATRO NOITES COM ANNA (2008), Jerzy Skolimowski
4. MR73 (2008), Olivier Marchal
5. TWO LOVERS (2008), James Gray
6. A FRONTEIRA DA ALVORADA (2008), Philippe Garrel
7. NÃO TOQUE NO MACHADO (2007), Jacques Rivette
8. A TROCA (2008), Clint Eastwood
9. MARTYRS (2008), Pascal Laugier
10. HUNGER (2008), Steve McQueen

Comentários

  1. Da lista só vi O Lutador que é bom filme, e Martyrs que ate começar [spoiler]aquele pessoal querendo saber como é a morte ae tortura as pessoas e tal[spoiler] estragou o que tinha de legal no inicio, deixando o filme uma bosta.

    ResponderExcluir
  2. Um entrou no Top 20 do ano passado, dois eu não vi e cinco entram no TOP 10 desde ano, por enquanto.

    ResponderExcluir
  3. Allan Verissimo01/07/2009 18:07

    Já publiquei no meu blog o meu top 10 do primeiro semestre, inspirado nesse post.

    ResponderExcluir
  4. Pa(´)ra Ronald, Two Lovers já é o melhor do ano e um dos quatro melhores da década.

    A Troca mais do que merecido. Gran Torino entraria também.

    Acho que já tenho uns 7 que estarão lá no final.

    Outros espetáculos aí: Tony Manero, Coraline, Go Go Tales (se chegar), Horas de Verão (se chegar)...

    E esse do Olivier Marchal deve ser foda, vê se escreve sobre ele. Abç!

    ResponderExcluir
  5. Two Lover é muito bom, mas Os Donos da Noite é melhor. Gran Torino e Go Go Tales entraram na minha lista do ano passado...

    E MR73 eu escrevi sobre ele em alguns posts atrás... agora que o blog tem sistema de busca é só usá-lo. =)

    ResponderExcluir
  6. Não sei se vc viu, mas no meu entrariam Dead Snow e Valsa Com Bashir.

    ResponderExcluir
  7. Dead Snow eu vi e adorei... se fosse uma lista só com filmes de terror, entraa fácil. Mas entre todos os filmes vistos, prefiro esses que listei. Já o Valsa eu não vi ainda.

    ResponderExcluir
  8. Vi apenas 4 da sua lista, que vergonha! Preciso me atualizar!

    ResponderExcluir
  9. Eu fiz duas listas, as de filmes vistos no cinema:

    1. GRAN TORINO, de Clint Eastwood
    2. A TROCA, de Clint Eastwood
    3. FATAL, de Isabel Coixet
    4. LEONERA, de Pablo Trapero
    5. LOKI - ARNALDO BAPTISTA, de Paulo Henrique Fontenelle
    6. O LUTADOR, de Darren Aronofsky
    7. O CURIOSO CASO DE BENJAMIN BUTTON, de David Fincher
    8. FOI APENAS UM SONHO, de Sam Mendes
    9. PRESSÁGIO, de Alex Proyas
    10. NA MIRA DO CHEFE, de Martin McDonagh

    e a de filmes vistos pela primeira vez em casa, sem ordem de preferência:

    THE YAKUZA PAPERS VOL. 1 - BATTLES WITHOUT HONOR AND HUMANITY, de Kinji Fukasaku
    FROST/NIXON, de Ron Howard
    OLHOS DIABÓLICOS, de Mario Bava
    IN SEARCH OF STEVE DITKO, da BBC
    MARTYRS, de Pascal Laugier
    CLEÓPATRA, de Cecil B. De Mille
    CALAFRIOS, de David Cronenberg
    ESTÔMAGO, de Marcos Jorge
    A REGRA DO JOGO, de Jean Renoir
    AMOR À TARDE, de Eric Rohmer

    Mas a melhor coisa vista pela primeira vez, tanto no cinema como em casa foi JOHN ADAMS, a excepcional minissérie da HBO.

    ResponderExcluir
  10. http://www.youtube.com/watch?v=20bMX9Y0160

    Agora, sim, respeitei. Primeiro trailer foda do filme.

    ResponderExcluir
  11. Meu Deus... estou precisando ir mais ao cinema... O pior é que com o preço violador dos ingressos de cinema, há de se escolher muito bem o que se vai ver. Aí vamos de CineTorrent mesmo e acabo caindo na tentação de pegar um clássico "hard-to-find" ao invés de um filme novo. Shame on me.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

OS BÁRBAROS (The Barbarians, 1987)

Daquela listinha de filmes de fantasia, Sword and Sorcerer, que eu postei outro dia, um dos exemplares que causou mais alvoroço foi OS BARBAROS. Alguns amigos acharam engraçado por eu ter lembrado desse filme que passou milhares de vezes no Cinema em Casa do SBT. E como estamos falando de um trabalho do italiano Ruggero Deodato, nada melhor que ressaltar como era bom ter doze anos e poder conferir às tardes da TV brasileira nos anos 90 um filme com bastante sangue, membros decepados e peitos de fora. Algo impossível para um moleque atualmente, que tem de se contentar com os filmes de animais falantes que empesteiam diariamente a programação… Neste fim de ano, meus votos de um grande pau no c@#$% do politicamente correto.

De todo modo, OS BÁRBAROS é uma porcaria. Fui rever essa semana para escrever para o blog e, putz, acreditem, é a coisa mais ridícula do mundo. Ainda bem que já sou vacinado contra tralhas desse tipo e encontro tantos elementos engraçados que fica impossível não sair…

O IMBATÍVEL (Undisputed, 2002)/O LUTADOR (Undisputed 2: Last Man Standing, 2006)

No útlimo fim de semana procurei outros filmes recentes do Michael Jai White para vê-lo distribuindo porrada em meliantes como em BLOOD AND BONE e BLACK DYNAMITE. Me deparei com UNDISPUTED 2, continuação de um filme dirigido pelo Walter Hill em 2002 e que, por pura negligência da minha parte, ainda não havia assistido. Enfim, foi uma experiência interessante, além de poder ver um ótimo filme de luta estrelado pelo Jai White ainda tirei o atraso com o filme Hill, que é obrigatório para os fãs do sujeito.

Ambos os filmes se passam em prisões e envolvem lutas “profissionais” entre os encarcerados, mas o resultado de cada é bem diferente um do outro. UNDISPUTED é puro Walter Hill! Cinema classudo, sério, focado em personagens bem talhados e com direção extremamente segura. Temos Wesley Snipes na pele de Monroe Hutchen, campeão de boxe de Sweetwater, uma prisão de segurança máxima que promove legalmente lutas entre presos. Ving Rhames é George Iceman Chambers, o campeão mundial dos pesos …

OS IRMÃOS KICKBOXERS, aka BLOOD BROTHERS (1990)

Também conhecido como NO RETREAT, NO SURRENDER 3 em alguns países. Não é tão espetacular quanto o segundo, mas é um veículo divertidíssimo que serve de vitrine para que Loren Avedon e Keith Vitali (os irmãos do título) demonstrem suas habilidades em artes marciais em sequências alucinantes de pancadaria! Até hoje me lembro quando eu era um moleque de oito ou nove anos pegando a fita da Top Tape na locadora com meu irmão mais novo. Passamos o fim de semana inteiro assistindo repetidas vezes este que foi o meu primeiro “kickboxer movie”.


Na trama, os dois personagens não vão muito com a cara do outro. Avedon é um professor de kickboxer que dirige um fusca, enquanto Vitali ganha a vida como policial respeitado, seguindo os passos de seu pai. Ambos lutam pra cacete! Para resumir o enredo, uma tragédia na família acontece (leia-se alguém é assassinado) e acaba sendo o motivo de reaproximação dos irmãos, que deixam as diferenças de lado e juntam forças para fazer exatamente aquilo que se …