14.8.08

FIRST SNOW (2006)

aka MARCAS DO PASSADO
direção: Mark Fergus
roteiro: Mark Fergus, Hawk Ostby

Se estão pensando que só vou falar de tralha velha por aqui estão enganados. First Snow é um exemplo disto. O roteirista de Homem de Ferro e Filhos da Esperança, Mark Fergus, ataca na direção com este neo-noir de 2006 que nem se atreveu a passar nos cinemas brasileiros, indo mofar direto nas prateleiras das locadoras sem muita publicidade. Injustamente, porque é um bom filme com o elenco encabeçado pelo britânico Guy Pearce e ótimos coadjuvantes como J. K. Simmons (o J.J.Jameson de Homem Aranha) e William Fichtner, que teve uma pequena participação no novo Batman como o banqueiro que reage contra o assalto no início do filme.

Quando se fala em Neo-noir, já vem na mente aqueles filmes policiais que remetem ao gênero dos anos 40 e 50, e o pôster de First Snow acentua ainda mais essa noção. Mas o filme segue outro caminho, a história é um quebra cabeça que vai se juntando aos poucos formando um drama com elementos de thriller e um protagonista, cujo passado ambíguo, revela-se um autentico personagem do noir.

Jimmy Starks (Pearce) é um homem de negócios que acaba numa região à beira da estrada com o carro quebrado. Sem muita coisa pra fazer enquanto espera o conserto do carro, decide deixar que um médium (Simmons) leia sua mão e descobre que seu fim pode estar mais próximo que espera. A partir daí o roteiro passeia sobre questões como morte, paranóia e redenção.

É óbvio que First Snow não iria fazer muito sucesso nos cinema. O filme possui um andamento lento e não traz nada de novo em termos de estrutura narrativa ou linguagem cinematográfica. A direção é correta, e Guy Pearce seria o único atrativo aparente, embora não seja um ator que atraia muito público, mas seu trabalho aqui merece o destaque que não teve.

6 comentários:

  1. Concordo, First Snow é um bom filme, e Guy Pearce faz um ótimo papel.
    Confesso que não tinha percebido essa semelhança com os Noirs. Mas é realmente um Neo-noir.
    Grande post!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Pelo menos alguém viu o filme, hehe
    Essa relação com o noir fica mais evidente com o personagem, marcado pelo passado. aliás, acho que o nome do filme aqui no Brasil é Marcas do Passado... nome bem fraco diga-se de passagem.

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito ver esse filme.
    Já faz um bom tempo que chegou nas locadoras, msa nunca aluguei.
    Qualquer dia pego ele para assistir.
    Gosto do trabalho do Guy Pearce.
    Assisti um filmaço com ele nesses dias: A Proposta, do John Hillcoat.
    Recomendo!

    ResponderExcluir
  4. A Proposta é uma das coisas mais maravilhosas deste século!

    ResponderExcluir
  5. Boa análise a tralha nova :)

    ResponderExcluir
  6. Opa, taí entao. O Ramon já tinha postado esse filme,e nunca dei muita bola.
    Vou dar uma conferida quando sobrar um tempo,
    abs!!

    ResponderExcluir

MUDANÇA DE CASA

Depois de um feedback por aqui e na página do Dementia¹³ no facebook , resolvi tomar mesmo a decisão de fechar as portas por aqui e me muda...