9.8.10

TRIANGLE (2009), de Christopher Smith

Estava sentindo que precisava experimentar mais filmes novos. Não apenas assistir, algo que tenho feito pouquíssimo, mas escrever também sobre algumas coisas que vi e acabei deixando passar em branco aqui no blog. A CENTOPÉIA HUMANA, por exemplo, assisti há meses e até agora nada, mas vou tentar escrever algo sobre ele durante a semana. Por enquanto, vamos ficar com este TRIANGLE, que também já faz um bom tempinho que eu vi e até me surpreendeu bastante.

Não que seja um filme excelente, mas não esperava muita coisa. A trama rocambolesca que aborda viagens no tempo poderia dar tudo errado em qualquer momento, mas o diretor Christopher Smith consegue manter o nível, a complexidade (sem desandar em explicações estúpidas) e até a minha atenção do início ao fim. Consegue realmente sustentar a idéia do enredo, por mais frágil que seja, mesmo sem atingir resultados geniais, com atores satisfatórios, efeitos especiais sem frescuras e bom visual.

Quanto menos o espectador souber da trama, melhor será a apreciação. Uma coisa certa é que uma conferida à obra não será perda de tempo. Pra quem não viu ainda LOS CRONOCRIMENES, filme espanhol de Nacho Vigalondo realizado em 2007, recomendo uma sessão dupla com TRIANGLE! Por que? Vai entender quando assistir aos dois filmes.

O diretor Christopher Smith tem em seu currículo o terror PLATAFORMA DO MEDO, aka CREEP, que tem seus admiradores, eu não sou muito chegado, e SEVERANCE (2006), muito elogiado, mas não vi. TRIANGLE é seu terceiro trabalho, mas não foi o último. BLACK DEATH, uma aventura medieval com Sean Bean, já teve lançamentos em festivais no exterior, mas não faço a menor idéia do que esperar deste filme. De qualquer maneira, vou assistir e depois deixo aqui as minhas impressões. Smith ainda é neófito na direção, mas não deixa de ser promissor.

7 comentários:

  1. Vi A Serbian Film ontém e...bom...

    ResponderExcluir
  2. Melissa George. Sou um bocado chegado nela, devo dizer. Se não é muito ruim posso dar uma chance, sim.

    ResponderExcluir
  3. Leandro Caraça09/08/10 19:24

    "A Serbian Film" parece ser tão barra-pesada que depois dele, o sujeito assistiria "Vida e Morte de uma Gangue Pornô" para dar uma relaxada.

    ResponderExcluir
  4. Leandro, sem querer dar spolers, mas só possodizer que nunca na vida eu tinha imaginado, nem de sacanagem em uma bebedeira com amigos, uma cena que o cara mata outro com o próprio pau...

    ResponderExcluir
  5. Ouvi falar há pouco tempo desse Serbian Movie mas tenho muita curiosidade. Atão se há pénis como arma ainda mais.
    ABraço,

    ResponderExcluir
  6. Também tomei conhecimento há pouco tempo desse aí... mas não imaginava que era tão barra pesada assim. Preciso ver!!!

    ResponderExcluir
  7. Bem depois do giallo The Sister of Ursula (1978), em que o assassino misterioso usa um consolo para matar suas vítimas, tudo é válido!!!

    ResponderExcluir